quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Toda a verdade sobre os empregados de café/snack bar/restaurante ranhoso

Eles acham-se superiores a todas as outras pessoas, não acham?
Ainda não conheci um, UM, que tivesse um comportamento adequado, normal, correcto.
Estão constantemente a mandar piadinhas (sem graça nenhuma), a fazer observações inadequadas e às vezes mesmo grosseiras. A polidez não costuma ser o forte da maior parte das pessoas desta categoria profissional com quem já me cruzei.
A típica piado do "queria, já não quer?"... confesso que não tenho paciência.
Quando estava grávida, já em final de tempo, ouvi um elegante "a menina daqui a nada rebenta, veja lá se consegue passar na porta".
Noutro dia, ao almoçar numa esplanada, o empregado dirigiu-se a mim como "o que vai ser jeitosa?". Epa... Fiquei logo com vontade de me ir embora.
Hoje, ao ir buscar pão num café, pedi dois pães normais "escurinhos". Ao que a senhora do café me diz "não! Não são escurinhos, são tostadinhos"? Eu ri-me e perguntei qual era a diferença. A senhora diz-me que fazia toda a diferença... Eu encolhi os ombros, não vale a pena.
Outros dirigem-se a mim com um aceno de cabeça, ou, na loucura com um "faz favor". E bom dia? Paga imposto?
Numa outra ocasião, um funcionário, procurando chamar-me, fazia "pssst, pssst". Não olhei, foram outros clientes que me alertaram.
A sério, o que se passa com esta categoria profissional? Porque é que, invariavelmente, eles acham que nos estão a fazer um favor?
Todos os meus amigos e conhecidos sentem o mesmo, que o mau atendimento grassa por este Portugal fora. Portanto, o problema não deve ser só meu...


3 comentários:

Carpe Diem disse...

Olha que não, que o problema não é só teu. Também me acontece. Realmente falta classe e saber estar a essas pessoas. O episódio do "queria ou quer?" já me aconteceu mais vezes do que eu gostaria que acontecesse.

http://carpediemtome.blogspot.pt/

Anónimo disse...

Lá isso é verdade!!!
Há de tudo um pouco neste mundo. Há uns anos atrás fui almoçar com os meus Pais a um determinado Restaurante e a empregada de mesa dirigiu-se ao meu Pai e perguntou: "E elas que querem beber?"

Quando algum empregado de mesa, uma próxima vez, se dirigir a si nada educadamente (usando palavras "jeitosa", "lindona" ou por aí) pergunte-lhe se andou consigo na Escola ou se faz parte da sua família para se dirigir a si tão "educadamente"!

Se tiver num daqueles dias de grande "lata" responda-lhe com umas certas tiradas educadas....Estas pessoas estão mal habituadas: falam assim e como as clientes nunca respondem à letra e não lhes chamam a atenção, continuam.

Bom fim de semana!

cinquentinha disse...

Existem locais em que isso é realmente assim, e sim, também não tenho paciência para gente com a mania que são engraçadnhos.
Mas nem todos conheço sitios em que os empregados são bem atenciosos ;)
Depois ainda há outra coisa, o clientes com a mania que são engraçadinhos, o que também não é nada agradável, acredita!