sexta-feira, 24 de julho de 2015

Digam lá a verdade, as pessoas não vão a concertos para ver e ouvir os concertos, pois não?

Ainda o meu bebé não mostrava sinais de estar doentito, eu e bomboco fomos ao festival marés vivas ver o meu amigo John Legend. Achei o concerto fabuloso, ele canta maravilhosamente (eu já sabia isso, apenas confirmei ao vivo), tem um charme e presença que não acabam, enfim, adorei, adorei, adorei. Mas há algo que tenho vindo a reparar ao longo dos anos, e creio sinceramente que está cada vez pior, que é o facto de as pessoas insistirem em andar de um lado para o outro durante os concerto. É uma coisa impressionante... As pessoas estão constantemente a andar de lado para lado, a solicitar passagem, empurram, pisam, distraem, estragam o momento da canção... E não aproveitam elas o concerto, nem todas as outras pessoas que não têm nada a ver com o assunto, apenas calharam de estar naquele local. Eu juro que no final do concerto já estava capaz de bater em alguém. Porque raio alguém vai a um concerto daqueles para estar a passar de um lado para o outro, já depois do concerto começar e ainda antes do mesmo terminar?! Acho mesmo que é uma falta de respeito para com o artista e para com as pessoas que ali estão para realmente USUFRUÍREM do concerto. É que não estamos a falar de uma pessoa ou outra que passa porque se atrasou a chegar ao concerto, ou precisa de sair, ou precisa de ir à casa de banho... Não. Estamos a falar de magotes e magotes de gente constantemente em movimento. Digam-me sinceramente, o que é que aquela gente vai para ali fazer? Eu lembro-me de ir a concertos, há muitos anos atrás, e de não passar por este flagelo, pelo menos de forma tão exagerada. O que é que aconteceu nestes anos recentes? As pessoas não podem simplesmente usufruir do momento? E os smartphones... Gente e gente a gravar a "all of me", se calhar a única música que conhecem do cantor (ao meu lado estiveram umas miúdas que não tinham mais de 18 anos, que estavam aborrecidas de morte o concerto todo, sempre a falar, e a dizerem que ele nunca mais cantava a "all of me".), em vez de aproveitarem aquele momento único e irrepetível. Aproveitem, deixem lá os ecrãs!
E por favor, não vão a concertos que realmente não querem ver. É penoso para vós, e para quem realmente quer apreciar o concerto.
É por estas e por outras que cada vez menos tenho paciência para festivais. Adicione-se o exagero das acções promocionais da treta e temos um cenário dantesco. Acho que havia mais fila para tirar uma selfie não sei onde, do que para as casas de banho.
Cada vez mais prefiro os concertos a solo das bandas, se houver lugares sentados, melhor ainda. Eu já não ia ao marés vivas há muitos anos. Se entretanto voltar a vir um artista que eu queira mesmo ver, não tenham dúvidas sobre onde me encontrar. Sim, nas cadeirinhas.
Ahhhhh, como eu entendo agora o prazer de ir a concertos com lugar sentado! Acho que desde que fui ao primeiro que não quero outra coisa. O hype dos festivais é muito giro. Mas o conforto dos meus pés e bem mais. Isso, e poder agarrar o meu marido numa música romântica sem levar um encontrão. Ahhhhh, que maravilha.

1 comentário:

Marisa Maria disse...

Há quem vá a um concerto para assistir ao concerto, há quem vá para beber, há quem vá para dizer que foi, há quem vá para tirar selfies, há quem vá para estar a dizer mal... há de tudo.

Ainda há pouco tempo fui a um concerto com uma pessoa que não gostava da banda (a qual, que eu adoro) e que mais parecia estar ali contrariada, porque estava a dizer mal de tudo e devo dizer que só não o mandei para certos sítios porque estava demasiado bem disposta e não me queria chatear.