sábado, 1 de novembro de 2014

Das coisas que me irritam e, acreditem, são muitas

- Irrita-me que as pessoas queiram parecer esqueletos. Que prefiram passear ossos a umas curvas saudáveis. Acabei de ver umas imagens de "transformações" num desses blogs muito conhecidos, e dei por mim a pensar que a maior parte das transformações foi para pior.

- Irritam-me as pessoas que me julgam pela aparência. Que pensam que não tenho assim tanta experiência profissional porque sou novinha (sim, amigos, sou ainda jovem, mas já ando neste ramo há 10 anos). Que não tenho nada para lhes ensinar porque sou nova, loira e me arranjo.
Para a próxima tento ir de fato de treino e rabo de cavalo, a ver se ajuda.

- Irrita-me a falta de cortesia e cidadania das pessoas. Ontem, estava num supermercado onde apenas uma caixa estava aberta. Um senhor de idade esforçou-se imenso para chegar à caixa antes de mim, ele, que tinha um carrinho cheio de compras, e eu, que segurava uma garrafa de água. Não, o senhor não me deixou passar à frente. Aguardei e foi se quis.
O trânsito. A falta de civismo no trânsito assusta-me. Já perdi a conta à quantidade de vezes que me apitaram porque eu parei numa passadeira.

- Irritam-me as pessoas que precisam constantemente de validação externa, e sentem que o Facebook é claramente o melhor local para a arranjarem. Por favor, cresçam. Duas chapadinhas na cara nunca fizeram mal a ninguém.

- Irritam-me as miúdas de 12 anos completamente despidas. Com camisolas que não tapam as barrigas e calções que mal cobrem o rabo. Porquê? Qual é esta ânsia de crescer e copiar modelos tão errados como Miley Cirus, Rihanna e outras que tais? Mais uma vez, duas chapadinhas na cara e milagres aconteciam.

E tantas outras coisas amigos, tantas.
Estou a voltar em grande, hein?

2 comentários:

Timtim Tim disse...

Grande Bomboca!

Lois Lane disse...

A mim tb me irritam muito todas essas coisas. Mas o que me apraz mesmo dizer é: eu ia jurar que eras morena! Vá-se lá saber porquê, imaginava-te de cabelo preto! :D