segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Já foi

A última entrevista.
Agora é rezar para que me tenha corrido bem e me seleccionem. É algo injusto, contudo. Para mim e para os outros que estão a concorrer para uma vaga que tanto ambicionam, num processo de recrutamento que dura há quase um mês. Sem sabermos quando teremos novidades. Depois de termos dado o tudo por tudo para ficar, como eu fiz e certamente as outras pessoas também o fizeram. Mas só há uma vaga... E eu queria mesmo que fosse para mim. Não há nada que deseje mais profissionalmente do que esta oportunidade. Esta é a oportunidade pela qual espero há anos. E não, não estou a exagerar.
Estou aqui em pulgas, com o estômago às voltas e nervos em franja, à espera de novidades. Nem me consigo concentrar convenientemente.
Vai partir-me o coração se não ficar.
Mas esta espera também dá cabo de mim.

1 comentário:

Scarlet Red disse...

A vida é injusta, mas se mudares de emprego também passa a haver outra oportunidade de trabalho, não é?
Não te sintas mal, pensamento positivo!