quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

A mentira tem perna curta, mas a lata das pessoas, não

Uma pessoa dos meus conhecimentos, andou a enganar o marido, traindo-o com outra pessoa. O marido, esse, durante muito tempo não soube de nada, e pior, essa pessoa com quem ela o traiu, supostamente era um "amigo" dele.
Enquanto a traição durava (eu só descobri isto mais tarde, contado pelo traído), ela sempre fez questão de manter os standards habituais, como jantar em bons restaurantes, escolher jóias... Enfim, era uma pessoa de gostos caros. E o marido, claro, fazia-lhe sempre as vontades.
Quando ele descobriu, sentiu-se, como devem imaginar, profundamente enganado. Ela ficou com o carro que era dele, ele, com a casa.
Pois não é que a fulana, há uns dias, disse no seu facebook que estava toda chateada porque o (ainda) marido não lhe tinha dado prenda de aniversário..?!
Há gente que não se toca, não é?

4 comentários:

Anónimo disse...

Que lata!
Isto há gentinha que não se toca mesmo!!


Morango Azul

Maggie F. disse...

Então mas o carro não custa o preço da casa de certeza. Eu nestas coisas acho que deve ficar tudo muito bem dividido. Agora fora de brincadeiras, como é que ele nunca reparou (que ela o enganava) ? estas coisas dão nas vistas.

Bjos


Maggie

Anónimo disse...

Uma vida da suposta moral e bons costumes também não é grantia de que tudo corra sempre feição!

O marido coitadinho, deve é estar farto de programs com outras também!

Eu e o pessoal com que falo e ainda somos novos, já traímos no mínimo as nossas mulheres com mais de 10 "amigas" e ninguém morre!

Atirem a primeira pedra....

Rainha Ervilha disse...

Ela tocava-se muito bem! Tocou-lhe as joias, tocou-lhe o carro... podia ter tocado mais qualquer coisinha, não é?
:)