sábado, 27 de julho de 2013

Questões existenciais

Só dúvidas, esta minha cabeça é só dúvidas, não há nada a fazer.
Esta questão existencial surge no seguimento de desabafos que várias pessoas já me fizeram, em relação a um comentário do qual também já fui alvo. Algumas pessoas gostam de soltar este comentário perante outra pessoa com uns quilitos a mais: "Ah, que pena, tens uma cara tão gira, pena é seres gorda (substituir por forte, cheiinha ou qualquer outra palavra que se refira ao mesmo)".
A minha questão é no sentido de perceber se essas mesmas pessoas também se viram para as gajas magras e feias com o seguinte discurso "Ah, que corpo tão elegante, pena é a cara, que parece que foi alvo de um atropelamento por um camião TIR". Algo do género. E também gostaria mesmo de saber se essas pessoas se vêem frequentemente ao espelho.

5 comentários:

Karina sem acento disse...

Sim, dizem. Quando eu tinha uns quilos a mais cheguei a ouvir isso, e agora que perdi algum peso também já ouvi "estás com a cara tão magra! Não emagreças mais senão ficas com a cara horrível, super chupada!" - não estou, mas pronto. As pessoas gostam de falar por tudo e por nada.

Dri disse...

pessoas com esse discurso nem sequer deviam ser intituladas por pessoas porque realmente são apenas umas sem carácter...é o q eu penso!
Mas infelizmente encontra-se muito disso por aí...enfim

Nuno Santos disse...

As pessoas tem sempre que fazer algum comentário acerca do aspecto dos outros! É inevitável já faz parte da natureza das pessoas, ainda que passe um pouco ao lado da boa educação por vezes.

Comigo acontece o contrário, pois estão sempre a comentar o meu défice de peso!

Morango Azul disse...

Agora fizeste me rir... Há povo tao inconveniente...

GATA disse...

Já ouvi, várias vezes, "ai és tão branca!"... Também dizem a um preto "ai és tão preto!"??? Duvidooo...