terça-feira, 7 de abril de 2015

A verdade, verdadinha- Maravilhas da gravidez #11

Este é um post que as meninas que estão a pensar em engravidar não vão querer ler.
Portanto, o melhor é mesmo fecharem a janela do blog. Depois não digam que não vos avisei.

Deixem-me primeiro dizer que eu estou a adorar estar grávida. Há muitas coisas boas, sentimentos incríveis, a sensação de um ser humano a crescer dentro de nós não é comparável a nada que eu tenha sentido até então. Em alguns aspectos, estar grávida é sensasional.
Noutros, nem tanto.
Uma das coisas que me tem arreliado mais, sobretudo nos últimos tempos, é a questão da imagem corporal. Eu nem sequer engordei muito, engordei o esperado e planeado. Mas esta pança enorme que me faz parecer desproporcional, não é algo muito estético. Isso e as estrias, que por mais creme que eu ponha, e que ponho, sismam em aparecer. E nesse aspecto, não há nada a fazer. Os cremes ajudam, claro, mas se a pessoa tiver uma pele com tendência a estrias, não há forma de combater este flagelo.
Os pelos na barriga. A linha negra na barriga. O pescoço que inchou (e eu tenho sorte, porque até agora não inchei na cara, há muita gente que incha).
Todo este conjunto de mudanças drásticas no corpo da mulher, não são fáceis de aceitar. Para mim não estão a ser.
Adicionando a tudo isto, há outra coisa que me está a incomodar. Durante algum tempo, devido à minha gravidez de risco, não pude namorar com o meu marido. A partir desta semana tive carta branca. Mas a verdade é que não é a mesma coisa. Há mulheres que sentem mais desejo sexual nesta fase. Outras, nem tanto. E para vos ser sincera, não é fácil arranjar posição com esta barriga enorme. Ou seja, a vossa vida íntima, na maior parte dos casos (conheço casos em que se passa o oposto, atenção), não sai facilitada.
Enfim, é tudo por um bem maior...

4 comentários:

Neuza disse...

Como eu te compreendo!!! Quando estava grávida, muitos dos teus aspectos menos bons, também eram os meus...pêlos a mais, risca negra na barriga, barriga enorme (engordei quase 17kg), as estrias...É uma fase única e maravilhosa.
Quanto à vida intima, não notei grandes diferenças, era tudo como antes, nem mais nem menos e quanto à posição, fazia-se como se conseguia e podia!
Beijinho

Morning Dreams disse...

Apesar de tudo deve ser um momento muito especial! :)

xoxo, Sofia Pinto
Morning Dreams | Facebook | Instagram

Morango Azul disse...

Eu a pensar que ias falar da falta de posição para dormir, ou das insónias, ou da bexiga que fica minúscula, ou dos pés inchados, ou das mamas até ao pescoço, ou de não te conseguires calçar, ou de te custar imenso levantar do sofá...

Anónimo disse...

Eu fui uma grávida doida com o cio apesar dos 30 kg a mais.
Estrias, só me apareceu uma na última semana (maldita!), mas em compensação e por causa do peso a mais, ganhei tantas varizes que parece que tenho o mapa dos rios desenhado nas pernas...