sexta-feira, 13 de junho de 2014

Mais uma vez os olhares incomodativos

Hoje, no autocarro para o meu trabalho, pouco depois de eu ter entrado, entrou numa paragem um homem com idade para ser meu pai (ou mais...).
Pois o homem sentou-se à minha frente, mas passou a viagem inteira com a cabeça para trás, a olhar para mim, tipo cola, a sorrir, e a colar completamente, de tal forma que já me estava a enjoar. Tirei os phones e perguntei a ilustre personagem se precisava de alguma coisa.
Disse-me que não, que apenas gostava de apreciar coisas belas. Então eu disse-lhe que se virasse para a frente e apreciasse a paisagem, que já me estava a incomodar.
O homem lá se virou para a frente, mas volta e meia virava-se novamente para trás e colava novamente. Até que saiu.
E eu penso se estas pessoas não têm nenhuma noção da má educação que possuem, da falta de respeito, ou se realmente com a idade todos os filtros sociais se desvanecem.

4 comentários:

GATA disse...

Não percebi... Então o homem sentou-se à tua frente, mas passou a viagem inteira com a cabeça virada para trás, a olhar para ti??? Os bancos não são frente a frente? Ou o homem sentou-se no banco à frente do teu banco, mas os bancos são tipo fila?

Bem, seja como seja, sim, é uma falta de educação - mas cada vez há mais em Portugal! -, no entanto se fosses feia, não tinhas esses problemas, mas tinhas outros... :-)

Para a próxima, ignora, é a melhor opção.

Noa disse...

Se for caso disso, ainda se acham os maiores!

hierra disse...

Vá lá. não te ter pedido o número de telefone! Eu na rua onde trabalho sempre que passava à frente de uma loja o velhote que lá estava ( com mais de 65) me pedia no número de telefone...tive que lhe dizer que ele estava a ser inconveniente...Não se conseguem ver ao espelho por certo!

maria disse...

Às tantas ainda pensou que tu gostaste da "atenção". Afinal, que mulher não gosta de ser apreciada? Ainda por cima, por um velho rebarbado.